Bombeiro cuida de praças e exalta hinos

O bombeiro tenente Roberto José Caetano, do 4º Grupamento de Bombeiros da Lapa, contou, em entrevista ao Jornal do Brás, que participa ativamente do projeto “A Praça e as Bandeiras”.
Esse projeto voluntário compreende em adotar praças, com os bombeiros mirins e juvenis. “Fazemos o hasteamento das bandeiras Nacional, do Estado e do Município, canto do Hino Nacional Brasileiro, do Hino à Bandeira e do Bombeiro Mirim. Logo após, fazemos a revitalização da praça, e identificação das plantas (mudas) com engenheiro agrônomo”, explicou

Os objetivos, disse o bombeiro tenente Caetano, são o resgate da cidadania e do civismo e a preservação do meio-ambiente, dando uma oportunidade para a juventude colocar em prática seu aprendizado. “Principalmente, cuidando de um espaço público, que é a praça”, completou.

O projeto teve início no bairro do Imirim, na zona norte, e lá acontece todas as segundas-feiras. Ele, que é do Rotary Bela Vista/Bixiga, contou também que “A Praça e as Bandeiras” está agora na praça Dom Orione entre as ruas 13 de Maio e Rui Barbosa, todos os sábados.

Caetano é presidente fundador da Associação Bombeiros Mirins Jovens Voluntários (BMJV), e informou também que a 19 de novembro de 2011, Dia da Bandeira, será feita a continuação do “A Praça e as Bandeiras” com o Rotary Brás, em local a ser definido.

Salvamento de vidas humanas

Instrutor da empresa Emergency First Response (EUA) e do resgate do Corpo de Bombeiros desde 1989, o bombeiro tenente Caetano tornou-se socorrista de instrutor internacional. Ministra o Curso de Capacitação Profissional, compreendendo oito horas/aula de treinamento. “Dou aulas de reanimação cardiopulmonar, uso do desfibrilador, desobstrução de vias aéreas (bebê, criança e adulto), crianças engasgadas e emergências médicas – enfarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral, epilepsia, hemorragia, queimaduras e desmaios. É um curso completo na área de emergência para minimizarmos a perda de vidas humanas”, disse.

Segundo ele, estatísticas mostram que, por ano, 300.000 pessoas morrem por parada cardiorrespiratória.

O bombeiro tenente Caetano informou ainda que o cérebro humano sobrevive até cinco minutos sem oxigênio, depois desse tempo começa a morte cerebral. “Eu já atendi muitas pessoas nas residências que estavam em parada cardíaca. As pessoas não sabem o que fazer”.

Ele finalizou a entrevista lembrando que capacitou 1.000 pessoas nas estações do Metrô durante uma semana, e 1.050 pessoas na Feira da Saúde da ACSP com treinamento de reanimação cardiopulmonar.

Contatos com o bombeiro tenente Caetano pelos fones 8134-1345 e 6214-2089 ou e-mail: bombeiro.caetano@terra.com.br e bombeirocaetano@ig.com.br. (Fotos: Wagner Wilson).

0 comentários:

Anuncie aqui !!

banner image

Anuncie no Portal E5

Faça seu produto, serviço ou empresa aparecerem aqui no Portal E5 !! Saiba mais , Fale conosco e solicite um orçamento (clicar no formulário abaixo)

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Web Rádio E5 AO VIVO 24h

Web Rádio E5 AO VIVO 24h
Transmissão todos os dias

Web Rádio E5 no Spotify

Web Rádio BOA DEMAIS

Anuncie aqui !!

banner image

Jornal do Brás

Jornal do Brás no Facebook

Web TV E5