ANUNCIE AQUI !!

Adbox

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Bolivianos festejam Alasitas

Por Eduardo Cedeño Martellotta 
Dia 24 de janeiro último a comunidade boliviana residente em São Paulo comemorou na rua Coimbra, bairro do Brás, a tradicional Festa de Alasitas.
Alasitas é uma feira que reúne todas as camadas sociais da Bolívia, centrada em miniaturas, que fazem parte do imaginário dos aymarás, nome de um povo e respectiva língua da Bolívia.
Nela se passam todos os desejos de fartura, prosperidade e sorte para o ano que se inicia. A palavra Alasita vem do idioma aymará e significa “compre de mim”. Este evento tem base na cidade de La Paz, mas também pode ser visto em outras cidades da Bolívia. Tem como principal característica a venda de miniaturas que tem uma finalidade ritual. Há, principalmente, miniaturas de coisas que fazem parte do universo doméstico, como fogões e geladeiras. Há também casas, carros, e malas de dinheiro. Galos e galinhas garantem amor.
Outras miniaturas interessantes que se pode comprar são carrinhos de supermercado cheios. Enfim, todo aquele bem material que alguém possa desejar.

Tradição de 231 anos
A tradição da feira teve início em 1781, quando o governador de La Paz, Sebastián Segurola, determinou que se celebrasse uma festa anual em homenagem à divindade pré-colonial chamada Ekeko (deus da Abundância). Essa homenagem se devia ao fato de a cidade de La Paz ter sobrevivido ao cerco comandado por Túpac Katari e que durou 109 dias (em uma das maiores rebeliões indígenas contra o domínio espanhol na região do Alto Peru). 

Comidas típicas
O boliviano Aurélio (foto ao lado) está há 4 anos em São Paulo. Reside na Mooca. Ele contou, em entrevista ao Jornal do Brás e Portal E5 Brasil, que a festa é constituída também de comidas típicas, como o prato paseño e a chicha. Segundo ele, o paseño é feito de milho (o ‘choclo’, que tem grãos grandes), carne, queijo frito e favas cozidas (vagem). Já a chicha é uma bebida fermentada cujo nome é em homenagem ao Estado da Bolívia homônimo, onde a sua população tem o costume de consumir a chicha, feita em diversas variedades, com álcool ou não, sendo uma delas feita de amendoim.
Sobre São Paulo, gosta muito da cidade que o acolhe, e se sente bem aqui. “Cerca de 80% dos bolivianos que estão aqui são costureiros. Outra parte trabalha nas áreas de informática e mecânica”, disse Aurélio.



Os pães marraqueta e sarnita fazem parte da culinária boliviana











Mamani vendeu pães do tipo colisa











Flávia vendeu cereais na rua Coimbra
















Os amigos Franklin e Luís são do Brás e também vieram curtir a festa










Jorge e Ivana degustam o “plato paseño”











Eds vendeu “tarjetas” telefônicas e canetas












A chicha do Ronald fez sucesso na festa

0 comentários:

Anuncie ! 728x90

Publicidade 1

Web Rádio E5 AO VIVO 24h

Web Rádio E5 AO VIVO 24h
Transmissão todos os dias

Web Rádio E5 - Spotify

Web Rádio BOA DEMAIS

Web TV E5

Camerite - Terminal Turístico 25 de Março - S. Paulo-SP

Camerite -av. República do Líbano - S.Paulo-SP

Jornal do Brás

Jornal do Brás no Facebook

Terra Brasil - Últimas Notícias

O GLOBO - Últimas Notícias

OVNIs e ETs

OVNIs e ETs
Site do Portal E5 Brasil. Tudo sobre Ufologia

Arquivo do Rádio

Arquivo do Rádio
Viaje no tempo e relembre áudios registrados ao longo da história do Rádio no Brasil

Boletins na Rádio Terra AM

Boletins na Rádio DaCidade AM

Eduardo no Instagram