Cadê a bola, seu juiz?



Que vacilão do árbitro Paulo Roberto Ferreira na partida entre Rio Claro e Barueri, ontem pelo Campeonato Paulista de Futebol. Ele autorizou o início da partida, mas...cadê a redonda? Ferreira não havia notado a ausência da bola na marca central do grande círculo no gramado e apitou!
ÊÊÊÊ, juiz distraído!Estava com a cabeça nas nuvens! Eu confesso que nunca tinha visto nada igual no futebol. Jogo sem bola é a mesma coisa que radinho de pilha sem pilha, carro sem pneu ou combustível ou homem querendo trepar com a muié sem camisinha! Não rola!!
A partida histórica acabou em um empate por 2 a 2! Pior seria se o jogo terminasse zero a zero! Sorte que a bola não zombou do árbitro e dos times!
Eduardo Cedeño Martellotta

Jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte pela FMU. Editor Geral, Redator e Repórter do Jornal do Brás (2004 a 2021). Co-autor e Prefaciador de livros e antologias da Editora Matarazzo. Autor do livro "Brás e seus Logradouros - origem e história". Trabalhou nas Rádios DaCidade AM e Terra AM. Criador e Editor do Portal E5 (2010 a 2021).

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem