Cadê a bola, seu juiz?



Que vacilão do árbitro Paulo Roberto Ferreira na partida entre Rio Claro e Barueri, ontem pelo Campeonato Paulista de Futebol. Ele autorizou o início da partida, mas...cadê a redonda? Ferreira não havia notado a ausência da bola na marca central do grande círculo no gramado e apitou!
ÊÊÊÊ, juiz distraído!Estava com a cabeça nas nuvens! Eu confesso que nunca tinha visto nada igual no futebol. Jogo sem bola é a mesma coisa que radinho de pilha sem pilha, carro sem pneu ou combustível ou homem querendo trepar com a muié sem camisinha! Não rola!!
A partida histórica acabou em um empate por 2 a 2! Pior seria se o jogo terminasse zero a zero! Sorte que a bola não zombou do árbitro e dos times!

Postar um comentário

0 Comentários