terça-feira, 15 de setembro de 2020

 

Setembro, um mês dedicado à vida



Por Célia Parnes, Secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo.



O mês de setembro é internacionalmente dedicado a uma importante discussão sobre um grave problema social, que aflige pessoas de todos os extratos sociais, e que faz aproximadamente 1 milhão vítimas anualmente no mundo. Refiro-me ao suicídio, uma das principais causas de mortalidade, de acordo com Organização Mundial da Saúde (OMS). Este número é superior às mortes causadas pela malária, câncer de mama, guerras ou homicídios. Os dados são do relatório da OMS publicado em 2019.

No Brasil mais de 12 mil pessoas cometem suicídio por ano, uma mazela que merece ser discutida também pelo prisma da Assistência Social. O direito à vida, e a dignidade humana são as bases da política pública da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS). Por isso, ações coordenadas pela pasta do Desenvolvimento Social podem proteger a vida de pessoas que, em algum momento, vejam o suicídio como a solução dos problemas.

Existem diversas razões para que uma pessoa sinta o amargo desejo de tirar a própria vida. Psicólogos e psiquiatras apontam fatores em comum sobre o que pode levar alguém ao suicídio, de acordo com a Cartilha "Suicídio - Informando para prevenir", publicada pela Associação Brasileira de Psicologia em parceria com o Conselho Federal de Medicina, existem quatro principais fatores associados ao comportamento de risco: doenças mentais (depressão, transtornos causados pelo uso excessivo de substâncias, bipolaridade); condição de saúde limitante (doenças incapacitantes, dor crônica, doenças neurológicas, tumores); aspectos psicológicos (impulsividade, pouca resiliência, ter sofrido abuso físico e sexual) e aspectos sociais (isolamento social, perda familiar, fim de relacionamento, gênero masculino, idosos, populações em vulnerabilidade social como desempregados, indígenas, pessoas em situação de rua, presidiários).

É neste contexto social, que a gestão João Doria trabalha para valorizar e salvar vidas. Com a produção, sistematização, análise e disseminação de informações territorializadas, a Vigilância Socioassistencial do Estado pode intervir, por meio dos assistentes sociais, prestando acolhimento a um indivíduo, família ou determinado grupo de pessoas. A Vigilância Socioassistencial leva em consideração situações de vulnerabilidade e risco que incidem sobre famílias e cidadãos e dos eventos de violação de direitos em determinados territórios; e os padrões de qualidade dos serviços ofertados pela rede socioassistencial.

Indivíduos com algum tipo de conflito, angústia, sofrimento mental, dificuldade de sobrevivência, ou outros fatores que indiquem um possível ato de suicídio, podem ser encaminhados aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) por assistentes sociais ou terceiros.

No CRAS, a equipe multidisciplinar acolhe e avalia os problemas e situações, e posteriormente encaminha aos serviços de saúde, ou aos Serviços de Convivência e Fortalecimento dos Vínculos do próprio equipamento social. Esses atendimentos são realizados em grupos, organizados por faixas etárias, e oferecem atividades artísticas, culturais, de lazer e esportivas.

O caráter dessas ações revela a atuação do poder público diante de situações desafiadoras, que permitam aos usuários novas perspectivas, com o objetivo de reconstruírem suas vidas, renovarem sonhos e desenharem uma nova história.
Share:
 

Dia Mundial da Democracia

No Dia Mundial da Democracia, o presidente da Instituição Não Aceito Corrupção enfatiza a importância dos princípios democráticos para uma sociedade mais justa

Celebração é realizada todo 15 de setembro 

Instituído há 13 anos pela Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU), um dos principais órgãos da ONU, o Dia Internacional da Democracia foi criado com o objetivo de promover a defesa e os princípios democráticos.
“A corrupção gera grave efeito erosivo sobre a democracia, cujos pilares devem ser fortalecidos e enaltecidos todos os dias. E uma das melhores maneiras é através do fortalecimento das instituições. Instituições fortes - democracia forte.”, disse Roberto Livianu, presidente da Instituição Não Aceito Corrupção (INAC).
Faltando exatos dois meses para as eleições municipais no Brasil, o tema nunca esteve tão presente junto com a necessidade de debater políticas públicas visando a defesa da democracia para um país mais justo e livre de práticas corruptas.




Sobre o Instituto Não Aceito Corrução (INAC)

Fundada em 2015 e idealizada pelo Promotor de Justiça Roberto Livianu (foto), o INAC é uma associação civil, nacional, apartidária e sem fins econômicos com o objetivo de concentrar esforços estruturados e focalizados no combate inteligente e estratégico da corrupção.
O instituto atua em quatro frentes: pesquisa, políticas públicas, educação e mobilização da sociedade utilizando dados concretos para realizar a discussão profunda, crítica e qualificada de leis e projetos de lei, com a finalidade de contribuir para a edificação e aprimoramento de regras eficientes no enfrentamento do mau uso dos recursos públicos. 


Share:

terça-feira, 8 de setembro de 2020

 

Entenda a importância da biossegurança na prevenção do coronavírus

 















Educadora do Senac EAD oferece dicas sobre procedimentos de segurança que colaboram no combate à transmissão de doenças

 

A biossegurança é um conhecimento que abrange diversos setores econômicos, pelo fato de oferecer orientações quanto a riscos físicos, químicos, biológicos e radioativos. Em razão da importância do tema, o Senac EAD oferece uma capacitação sobre Biossegurança em Esterilização, com objetivo de atualizar profissionais de saúde sobre procedimentos de segurança e prevenção a diversos tipos de contaminação.

 

As técnicas apresentadas no curso esclarecem os participantes sobre os cuidados que devem ser adotados a fim de impedir ou minimizar a transmissão de microorganismos e vírus, como o que causa a Covid-19.

 

A docente Adriana Silva, do Senac EAD, exemplifica situações do cotidiano, nas quais os conhecimentos em biossegurança fazem a diferença e resultam em mais segurança para a população. "Um atendente de farmácia ou supermercado está exposto diariamente a vários riscos de contaminação por atender muitas pessoas ao longo da jornada de trabalho. Quando o profissional tem conhecimento sobre técnicas de desinfecção do ambiente laboral, ele pode contribuir na prevenção de diversas infecções, incluindo o coronavírus", detalha.

 

Uso e descarte de EPIs

 

A utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) como máscaras, óculos de proteção e luvas aumentaram exponencialmente, em razão de serem indicados como medidas preventivas de contaminação. Em contrapartida, observa-se que muitas pessoas não têm conhecimento sobre o descarte correto, o que pode implicar na disseminação de doenças.

 

"Para realizar o descarte correto, primeiramente é necessário levar em consideração o risco apresentado. O mesmo EPI utilizado em funções diferentes pode ofertar maior ou menor risco. Contudo, na atual situação devemos considerar máscaras, óculos e luvas como equipamentos contaminados. Por isso, o ideal é que estejam em sacos plásticos bem fechados, colocados junto com o lixo do banheiro. Só depois desses cuidados serão descartados em lixo comum", esclarece a especialista.

 

De acordo com cartilha de orientação publicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)* aos profissionais de saúde, os materiais descartados não devem jamais ser colocados no lixo sem os devidos cuidados, e em algumas situações recomenda-se a incineração.

 

Outra informação apontada pela docente é de que as pessoas evitem compartilhar os equipamentos com outras pessoas, bem como seguirem as recomendações sobre tempo de uso, de acordo com as orientações do fabricante e da Anvisa. "Essa atitude pode prevenir a disseminação de microorganismos entre a população, do contrário aumenta o risco de contaminação e consequentemente, doenças", ressalta.

 

Na qualificação oferecida pelo Senac EAD, os temas abordados são abrangentes, dando aos participantes informações atualizadas sobre higienização das mãos, uso de EPIs, estrutura física da central de material de esterilização, métodos, equipamentos, produtos utilizados e processo de desinfecção e esterilização.

 

Adriana elencou cinco dicas que a população deve adotar, a fim de minimizar os riscos de contaminação por coronavírus, confira:

 

- Higienização das mãos, apesar de ser uma atitude simples é muito eficaz como forma de prevenção de transmissão de doenças e com a Covid-19 não é diferente;

 

- Uso de máscaras, respeitando as orientações de higienização das mãos antes e após sua colocação e retirada. É válido destacar a importância de realizar descarte correto;

 

- Evitar retirada da máscara incluindo quando entrar no carro, pois, quanto menos vezes retirar menor a chance de se contaminar. Quando oferecer carona para alguém, mantenha o uso da máscara, ainda que se trate de um familiar ou colega de trabalho. Afinal, a pessoa pode estar contaminada e transmitindo o vírus;

 

- Realizar limpeza de locais compartilhados como a copa do local de trabalho e da residência, antes e após o uso. Caso utilize refeitórios e compartilhe a mesa com alguém, evite conversar e mantenha distância segura;

 

- Ao sinal de qualquer sintoma procure um médico para que possa ser acompanhado e monitorado. O procedimento evitará possíveis complicações, caso esteja infectado pelo vírus, além de prevenir a transmissão.

 

Fonte:*Cartilha Anvisa:

http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/5764725/Perguntas+e+respostas+-+2+edi%C3%A7%C3%A3o/b17ce39e-33c1-46c1-a6c0-77eae3226846

 

Sobre o Senac EAD

 

Com mais de 70 anos de atuação em educação profissional, o Senac foi pioneiro no ensino a distância no Brasil. A primeira experiência nesta modalidade se deu em 1947 com a Universidade do Ar, em parceria com o Sesc, que ministrava cursos por meio do rádio.

 

A partir de 2013, com o lançamento do portal Senac EAD, a instituição ampliou a sua atuação em todo o país. Hoje, oferece um amplo portfólio de cursos livres, técnicos, de graduação, pós-graduação e extensão a distância, atendendo todo o Brasil e apoiados por mais de 350 polos presenciais para avaliações.

 

Acesse a programação completa de cursos do Senac EAD em http://www.ead.senac.br Há também uma programação diversificada de cursos presenciais que pode ser conferida em www.senac.br

 

 Fonte: In Press Porter Novelli

 

Share:

Web TV E5

Câmeras CET - São Paulo

Câmera Avenida Paulista - Clima Ao Vivo

Folha de S. Paulo - Últimas Notícias

R7 - Notícias

Previsão do Tempo

Sao Paulo News.Net - notícias Internacionais

Web Rádio Boa Demais

Rádio Sintonia Norte FM

Boletins na Rádio DaCidade AM

Boletins na Rádio Terra AM

Arquivo do Rádio

Arquivo do Rádio
Viaje no tempo e relembre áudios registrados ao longo da história do Rádio no Brasil

OVNIs e ETs

OVNIs e ETs
Site do Portal E5. Tudo sobre Ufologia

Pages