Dezembro Laranja: 5 dicas para manter os cuidados com a pele

 

          Juliana K. de Almeida- dermatologista
 

Dermatologista Juliana K. de Almeida, especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), alerta sobre os riscos de câncer de pele e ressalta que os cuidados devem ser permanentes

 

Dezembro chegou, e com ele, o verão! Acende o alerta para os cuidados ainda mais intensos com a pele. A conscientização sobre os riscos de câncer devido à exposição solar é tão importante que a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove a campanha Dezembro Laranja para orientar a população a manter hábitos adequados de proteção solar e a realizar regularmente visitas ao dermatologista para uma avaliação especializada.

 

A dermatologista Juliana K. de Almeida dá cinco dicas de como se proteger e manter a pele bem cuidada.

1 - Usar filtro solar FPS 60 todos os dias;
2 - Aplicar na face, orelhas, pescoço e colo;
3 - Reaplicar filtro solar no almoço;
4 - Usar também filtro solar labial, pois existe câncer de pele nos lábios também;
5 - Ao se expor ao sol, usar além do filtro solar, óculos, chapéu e roupa com proteção UV.

 

A especialista frisa que os cuidados de prevenção devem ser permanentes, nos momentos de lazer, na praia, na piscina, nos parques e também durante a rotina diária, em casa e no trabalho. O uso do filtro solar deve ser integrado ao dia a dia. “O sol tem efeito cumulativo e por mais que você fique pouco tempo exposto, aquele minutinho todos os dias da sua vida vai se tornar um acúmulo de sol que você toma sem proteção. Então, é recomendado o uso do protetor solar diariamente, mesmo quando estiver nublado ou se ficar somente em lugar fechado.”

 

A principal recomendação é diminuir a exposição e, caso ela aconteça, usar filtro solar fator 60, chapéu, óculos escuros grandes e roupas com proteção UV. Face, orelhas, colo, nuca são áreas mais expostas e devem receber maior atenção na hora de passar o filtro, que deve ser aplicado de manhã, no almoço e no final da tarde. Se transpirar muito ou estiver na piscina ou na praia, é essencial reaplicar a cada duas horas.

 

Para não ter desculpas e usar o filtro, a dica de Juliana é deixar o protetor sempre à mão, na bolsa, na mochila, na necessaire, na gaveta da mesa do trabalho. “Muita gente diz que não usa por falta de tempo, mas é só fazer virar rotina. Em casa, deixe ao lado da escova de dente que logo o uso se torna um hábito”, ensina a dermatologista.

 

Embora, cada vez mais, o câncer de pele esteja crescendo na população masculina - é o segundo mais incidente depois do câncer de próstata, segundo o Instituto Nacional de Câncer-, os homens ainda resistem ao uso de protetor. “Em geral os homens se expõem mais ao sol e se protegem menos. Reclamam que os filtros são pegajosos e têm cheiro de piscina, mas hoje tem várias opções mais fluidas, sem cheiro, que têm controle de oleosidade e que não deixam a barba branca. É uma questão de conscientização”, diz Juliana.

 

Ela explica que é preciso ficar atento a pintas de coloração diferentes. As mais escuras, de tons marrons, azul e preto, assimétricas, com bordas irregulares e de crescimento rápido podem ser melanomas, um tipo de câncer que pode matar. Outro sinal que merece atenção são aquelas feridinhas que não cicatrizam, sempre sangram e formam casquinhas. Elas podem ser também um tipo de câncer. Por isso, é importante fazer consultas uma vez por ano com um dermatologista para detectar qualquer pinta anormal.

 

“A pele cobra juros e correção monetária segundo a exposição solar. O sol que você toma a vida inteira, lá na frente, é o que a sua pele vai te cobrar com mancha, com câncer de pele, com algumas lesões. Então cuide bem, usando filtro solar todos os dias que, assim, você colherá benefícios futuros”, finaliza Juliana.

 

SOBRE JULIANA K. DE ALMEIDA - Juliana K. de Almeida, dermatologista, é formada em medicina pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com residência na mesma instituição e observação médica na Universidade da Pensilvânia. Com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), sua trajetória profissional também conta com passagens pelo Hospital Sírio Libanês e pela Clínica Dr. Guilherme de Almeida, ambos em São Paulo.

Atua na dermatologia clínica, cirúrgica, estética e tecnologias.

Fonte: Envios Comunicação



Previous
Next Post

Web TV E5



Câmeras CET - São Paulo-SP

Web Rádio E5 24h

Web Rádio Boa Demais

Boletins na Rádio DaCidade AM

Boletins na Rádio Terra AM

Arquivo do Rádio

Notícias da Ufologia

Notícias da Ufologia
Site mais antigo do Portal E5, agora reformulado. Tudo sobre Ufologia.